Est. June 12th 2009 / Desde 12 de Junho de 2009

A daily stopover, where Time is written. A blog of Todo o Tempo do Mundo © / All a World on Time © universe. Apeadeiro onde o Tempo se escreve, diariamente. Um blog do universo Todo o Tempo do Mundo © All a World on Time ©)

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Relógios & Canetas online - Meistersinger


Descarregue todas as edições do Relógios & Canetas online. Aqui, aqui ou aqui.

Outono começa amanhã


Em 2017, o Equinócio de Outono, ocorre no dia 22 de Setembro às 20h02 (tempo universal), 21h02 em Portugal continental e na Região Autónoma da Madeira, e às 20h02 na Região Autónoma dos Açores. Este instante marca o início do Outono no Hemisfério Norte. Esta estação prolonga-se até ao próximo Solstício que ocorre no dia 21 de Dezembro às 16h28 em Portugal continental. Mais aqui.

Meditações - para além da janela do tempo...

Era simples viver

Eu pensava em ti como o amor eternizado em olhares de ternura e abraços confortáveis.

Construi uma vida para dois, acordando preguiçosamente ao meio dia, tomando o café da manhã na varanda de frente para o jardim, os longos passeios pela praia a ver o sol se pôr no horizonte, a volta passando no mercado, um jantar leve preparado a dois entre beijos e risos, a leitura no sofá pausada por olhares cúmplices e a vida era tão simples, tão rica de encantos…

O tempo vai girando os fusos, os dias lentos e vazios de afagos…

Guardo uma imagem tua; todos os dias contemplo-a demoradamente, imaginando se os traços mudaram, é claro que mudaram… Concluo – eu também mudei, os anos são tão cruéis… e, de repente, já não sou, nem tu és, e, nada somos, além de uma névoa fina que se dispersa para além da janela do tempo…

Verónica Almeida

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Iconografia do tempo - das 07h30 às 23h25...


(Arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Janela para o passado - máquina de barbear Braun, 1972

Relógios & Canetas online - Meccaniche Velloci


Descarregue todas as edições do Relógios & Canetas online. Aqui, aqui ou aqui.

Boutique dos Relógios comemora 20 anos


Hoje, às 6 da tarde em ponto, a maior rede de retalho relojoeiro do país sopra em simultâneo as velas dos 42 bolos de aniversário em outras tantas lojas - a cadeia Boutique dos Relógios iniciou-se em Setembro de 1997, com uma loja no então recém-inaugurado Centro Comercial Colombo, em Lisboa (imagem em baixo).


A imprensa esteve esta manhã no Colombo, onde soube das novidades do 20º aniversário - haverá um filme e um spot televisivos, com música da autoria e cantada por Cuca Roseta, embaixadora da marca Boutique dos Relógios; além disso, lança uma loja online, inserida no renovado site www.boutiquedosrelogios.pt.

Em Baixo, David e Salomão Kolinski - duas gerações à frente do negócio da importação e retalho de relojoaria.


O total de 42 lojas físicas está dividido em dois conceitos distintos: Boutique dos Relógios e Boutique dos Relógios Plus, este último direccionado aos clientes mais exigentes, com lojas premium especializadas em alta relojoaria e luxo.

"De entre as Boutiques dos Relógios Plus, destaque para a concept store, inaugurada em 2015, na Avenida da Liberdade, em Lisboa. Um espaço que veio revolucionar o conceito de Alta Relojoaria em Portugal, ao fundir de forma sublime Arte e o universo das peças do tempo", sublinham os responsáveis pela rede de lojas. "Uma verdadeira Galeria de Arte, a Boutique dos Relógios Plus Art convida a uma viagem pelo universo das obras-primas dos mais variados campos artísticos, onde se destaca o imponente lustre da conceituada artista portuguesa Joana Vasconcelos, criado em exclusividade para a Boutique dos Relógios Plus".


Aspecto do interior da Boutique dos Relógios Plus Art e lustre da autoria de Joana Vasconcelos


"À emergência do digital, o grupo responde com a abertura de uma loja online e muda o paradigma de marketing, apostando e reforçando a presença online, através de campanhas publicitárias em inúmeras plataformas e posts nas principais redes sociais, como o facebook ou instagram", referem os responsáveis da rede Boutique dos Relógios.


"Para assinalar a passagem destes últimos 20 anos, o grupo lança ainda, pela primeira vez na sua história, uma campanha de publicidade televisiva, cuja “história” assenta no quotidiano de uma família moderna e na sua relação com o tempo e a relojoaria. Produzida pela Jungle Corner e com música original de Cuca Roseta – uma composição que apela à emoção, fazendo a analogia entre o tempo e o relógio da vida -, a campanha de aniversário irá marcar o tempo televisivo".



Meditações - impressões diárias


O. S. Marden

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Janela para o passado - gravador de vídeo Akai, 1972

Iconografia do tempo - ampulhetas, Caixa Geral de Depósitos, 1998


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Relógios & Canetas online - Maurice Lacroix


Descarregue todas as edições do Relógios & Canetas online. Aqui, aqui ou aqui.

Com os relógios Fortis na Esquadra 501, no Montijo


Estivemos na festa dos 40 anos da Esquadra 501 Bisontes, que decorreu por estes dias na Base Aérea do Montijo. No âmbito das comemorações, a SRI - Sociedade de Relojoaria Independente produziu uma edição especial de um Fortis, marca que representa no mercado nacional.

O Fortis Aeromaster Professional Bisontes tem caixa de 42 mm, de aço revestido a PVD negro e bracelete integrada (de pele, borracha ou aço). Tem vidro de safira na frente e no verso. É estanque até 200 metros.

No interior, um calibre automático (ETA 2836-2N), com indicação de dia e data. Garante uma autonomia de quase 48 horas.



Limitado a 50 exemplares, o Fortis Aeromaster Professional Bisontes está personalizado no mostrador e no verso: lema da esquadra "Onde Necessário, Quando Necessário", silhueta de um Hercules C-130 e logótipo do 40º aniversário no mostrador; no verso, logótipo "Bisontes 501" estampado no vidro. Cada relógio leva gravado, na lateral, o nome do seu possuidor. O preço promocional para os militares da Esquadra 501 no activo vai dos 1.600 aos 2.000 euros, dependendo do bracelete.





Foto de grupo na confraternização dos 40 anos dos Bisontes






O representante da SRI - Sociedade de Relojoaria Independente, Jorge Pinheiro, com os comandos da Esquadra 501 Bisontes

Meditações - à espera do novo dia

Cismamos em que nada vale a pena...
E esperamos que o novo dia venha.

Carlos Queiroz

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Relógios-anel Petrus, 1988


(arquivo Fernando Correia de Oliveira)

Janela para o passado - curso de línguas, Philips, 1972

Relógios & Canetas online - Louis Erard


Descarregue todas as edições do Relógios & Canetas online. Aqui, aqui ou aqui.

Em Le Locle, na apresentação do Defy Lab da Zenith, com um novo orgão regulador


Estivemos recentemente em Le Locle, Suíça, sede histórica da Zenith, para a apresentação mundial de uma novidade técnica ao nível do orgão regulador do relógio. Segundo a manufactura, nada mudou desde que, em 1675, o holandês Christiaan Huygens apresentou a solução da roda de balanço e espiral para se conseguir fracções iguais de tempo, conseguindo-se assim um avanço considerável na exactidão dos relógios.

Nada mudou... até que a Zenith concebe um novo orgão oscilador e o aplica no Defy Lab. Este novo oscilador é um bloco monolítico, feito de silício monocristalino (com zonas mais finas que um cabelo humano), e que substitui o tradicional conjunto balanço/espiral. Os cerca de 30 componentes de um orgão regulador normal (e que exigem montagem, ajuste, teste e lubrificação) são assim substituídos por um único elemento, com apenas 0,5 mm de espessura (comparado com os habituais 5 mm9.

Este novo orgão regulador vibra a uma frequência de 15 Hertz, com uma amplitude de +/- 6 graus, garantindo quase 60 horas de autonomia.

Dada a alta frequência, consegue-se um isocronismo quase 10 vezes superior ao de um calibre já de si excepcional como é o histórico El Primero da Zenith (com 5 Hertz de frequência). A sua taxa de variação diária é de apenas 0,3 segundos (um cronómetro certificado COSC deve estar nos parâmetros de -4 e +6 segundos, ou seja, até 10 segundos por dia).

O novo oscilador da Zenith consegue manter o isocronismo para além das 24 horas habituais (à medida que cvão perdendo energia, os relógios também perdem exactidão). O novo oscilador mantém o grau de precisão inalterado durante 95 por cento da sua reserva de corda.

Não necessitando de lubrificação, dado que não provoca atrito, é insensível às mudanças de temperatura, à gravidade e aos campos magnéticos, todos eles factores que afectam o comportamento de um conjunto balanço/espiral clássicos.

Os relógios Defy Lab apresentsdos com o novo orgão regulador são triplamente certificados - cronometria pelo Observatório de Besançon, resistência às alterações de temperatura pela norma ISO3159, e resistência a campos magnéticos pela norma ISO-764, excedendo-a 18 vezes (para o relógio completo, resistindo a 88.000 Amperes por metro ou 1.100 Gauss.




Comparação de um orgão regulador normal, com o conjunto balanço/espiral, com o novo apresentado pela Zenith. A principal diferença está no princípio mecânico aplicadom ao conjunto - em vez do movimento de expansão e contracção da espiral, há vibração e dobragem das partes mais finas do conjunto, enquanto a âncora normal passa a ter um novo formato. O orgão regulador divide em fracções de tempo iguais a força que lhe vem do tambor da corda, através do chamado trem de rodas. Essa divisão é depois transmitida, por meio de outras rodas, aos ponteiros.




A apresentação esteve a cargo de Jean-Claude Biver, Presidente da Divisão de Relógios do Grupo LVMH, a que a Zenith pertence,


Guy Sémon, CEO do Instituto de Ciência do grupo LVMH, o cérebro por detrás do conceito do Defy Lab


Jack Heuer, que em 1969 era concorrente directo da Zenith na corrida ao primeiro cronógrafo automático (aquela apresentava o El Primero, ele diriga a Heuer e fazia parte do consórcio que lançou o outro), esteve presente. A TAG Heuer faz hoje parte do universo LVMH.


Julien Tornare, novo CEO da Zenith, também esteve presente









O novo orgão regulador foi aplicado aos primeiros relógios Zenith Defy Lab - uma edição especial de dez exemplares, cada um único, todos já vendidos mesmo antes do lançamento. Têm caixa de 44 mm, feita de Aeronith, a liga de alumínio mais leve do mundo. No interior, um novo calibre automático, o ZO 342, o primeiro a usar o novo oscilador.